Fluxo de processos da FDD

Para vocês que gostaram do artigo “FDD – O Ponto de Equilíbrio Ágil” (valeu pelo Feedback), segue abaixo um breve trecho do artigo que descreve e mostra as figuras contendo os processos da FDD:

Processos da FDD

Todos esses conceitos e práticas apresentadas nos parágrafos anteriores são usados dentro de um fluxo simples e conciso de cinco processos.

Esses processos acontecem em duas fases iterativas: a primeira é chamada de Concepção e Planejamento e a segunda é chamada de Construção. A Figura 6 exibe uma visão geral de como essas fases se relacionam.

Figura 6. Fases da FDD.

Para entender detalhadamente como essas fases se relacionam, é necessário conhecer quais processos estão contidos em cada uma. Veja na Figura 7, que a primeira etapa (Concepção e Planejamento) atua com o objetivo de proporcionar um entendimento inicial e abrangente do escopo, bem como, possibilitar um planejamento macro de entregas durante as iterações.

Nessa etapa de planejamento acontecem os seguintes processos:

  • Develop Overall Model (Desenvolver um Modelo Abrangente): nesse processo o time dará início ao entendimento do escopo do produto que será desenvolvido. Para que isso aconteça, é possível utilizar o conceito de FBS, de forma que seja possível entender as primeiras Áreas de negócio e principais Atividades de negócio que o produto atuará. Também é possível utilizar a técnica de UML em Cores para apoiar um entendimento em alto grau de abstração do comportamento e integração das áreas e atividades do produto;
  • Build Features List (Construção da Lista de Funcionalidades): nesse processo o entendimento do escopo é ampliado através da descoberta das features de cada uma das áreas e atividades mais prioritárias. Neste ponto, assim como explicado no tópico sobre FBS, começamos a ampliar o conteúdo da FBS através da identificação das funcionalidades do produto a ser implementado;
  • Plan by Feature (Planejar por Funcionalidade): munidos com a FBS de pelo menos uma pequena parte do produto, o time poderá planejar de que forma, como e quando (em qual iteração) serão implementados e entregues os requisitos.

Já na fase de Construção, o time poderá focar de maneira iterativa no desenvolvimento e entrega das funcionalidades da FBS. Esta fase possui dois processos, são eles:

  • Design by Feature (Desenho por Funcionalidade): Aqui cada funcionalidade é modelada de acordo com a necessidade arquitetural do produto. Nesse ponto o time poderá prototipar telas, esboçar ou especificar diagramas de classes, de sequência ou qualquer outra ferramenta de modelagem que o time precise para ampliar o aprendizado da funcionalidade em questão (usando ou não a técnica da UML em Cores);
  • Build by Feature (Construção por Funcionalidade): como esse processo acontece na iteração de construção, é aqui que o código referente a cada funcionalidade do produto é realmente desenvolvido pelo time.

Figura 7. Fluxo da FDD.

É isso aí meus amigos,  isto é só uma amostra do texto. Para a leitura completa desse artigo veja a Revista Java Magazine número 76 e entenda assuntos como UML em Cores, FBS, ParkingLot, FDD com Scrum, etc.

Boa leitura e até a próxima!

3 thoughts on “Fluxo de processos da FDD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s